8.11.10

josé perdigão

passeava pelo redondo quando deparei com pinturas que se assomavam à janela.
fotografei-as.

por acaso, o autor saiu de sua casa. conversámos.
mostrou-me mais pinturas, duas das quais também sobre vidro, nas portas do hall. tudo a tinta de óleo.
fascinado, desenhei seu retrato. chama-se josé perdigão.

3 comentários:

JASG disse...

Glass sketcher

AG disse...

: D gostei do comentário aqui acima.

esta janela conta a história de Camões, Pessoa e Rainha D.Isabel, numa espécie de destino veneziano misto com Taj Mahal!

Que humor!

Galeota disse...

Uma cara com traços bem marcados.