13.4.18

Cacela Velha

Largo Ibn Darraj al-Qastalli, Cacela Velha.

9.4.18

Exposição "Angola: Muxima, desenho e texto"

http://luis-anca-desenhos.blogspot.pt/p/exposicao-itinerante-angola-muxima.html

O Centro Cultural Português – Camões no Luxemburgo tem a honra de convidar V. Exa para assistir à inauguração da exposição de painéis do livro “Angola: Muxima, desenho e texto” - dos autores Luís Mascarenhas Gaivão (texto) e Luís Ançã (desenho), com prefácio do escritor angolano Manuel Rui - que terá lugar nas suas instalações, 4, Place Joseph Thorn, no dia 12 de abril de 2018, pelas 18h30.
O Professor Doutor Luís Mascarenhas Gaivão (Doutor em Sociologia: Pós-colonialismos e Cidadania Global pela Universidade de Coimbra – Centro de Estudos Sociais, escritor, ex-Adido Cultural em Angola, Luxemburgo e Bruxelas) fará uma palestra intitulada “Diálogo intercultural na construção da angolanidade”, à qual se seguirá uma visita guiada da exposição.

8.4.18

O Mar lá ao Fundo

Em Cacela.
O mar lá ao fundo.


O som aqui perto.

26.3.18

Feira da Laranja de Pardais

 E assim Pardais, pequena freguesia do Concelho de Vila Viçosa, entra no mapa.
Mais um óptimo encontro de Évora Sketchers onde nos foi dado a conhecer a cultura regional nas suas diversas vertentes.
As bancas no exterior durante a 1ª Feira da Laranja de Pardais. Muito vento e muito frio mas mesmo assim...
Depois de um almoço de Migas com Entrecosto, a berdadeira Sketcher come um doce conventual.
Uma visita às propriedades produtoras de laranja, fontes de água e outros aspectos culturais e naturais da freguesia.

Anta da Azenha dos Apóstolos.

15.3.18

Escoural

Escoural, concelho de Montemor-o-Novo.

5.3.18

Teatro de Sombras do Bali

 Museu Nacional de Etnologia, Lisboa.
Teatro de Sombras do Bali. Bruxa Randga e Rarung - pincipal pupila de Randga.

27.2.18

Museu Arqueológico de Vila Viçosa

57º Encontro de Évora Sketchers. Museu Arqueológico de Vila Viçosa.

25.2.18

Praia da Vagueira

 «A praia ganhou a batalha e o mar ficou mais azul, rugindo condescendente.»

25.1.18

Museu de Évora

Visitei pela primeira vez o Museu de Évora nos anos 90 e o que desde logo me apaixonou profundamente foi a sua extraordinária colecção de pintura do século XV-XVI, mas não só... tem Josefa de Óbidos e outras obras maravilhosas!
Para desenhar, procurei as formas tridimensionais.
Depois do almoço fomos desenhar para o jardim em frente do Museu, localizado na Acrópole de Évora.

5.1.18

Praia do Vau II

Outra manhã magnífica na praia. Em segundo plano, a Praia do Careano.

4.1.18

Praia do Vau

Os desenhos nem sempre são bonitos e, muito menos fixes. Sendo uma representação da realidade também podem adquirir uma dimensão emocional - a dimensão conceptual do desenho, aquela que transforma um risco numa emoção.
A Praia do Vau, para além de uma praia, é uma comunidade de pessoas que, na sua infância e adolescência dela usufruíram e nela conviveram, e que, de quando em quando, se encontra.
Ainda sou daqueles que vou frequentemente ao Vau mas agora, quando olho para a praia, para além das felizes memórias de infância, também recordo os amigos que partiram. Coisas de cota, coisas da vida.

13.12.17

Passado e Presente

"Passado e Presente" é uma obra tridimensional que realizei em 2003 para a entrada da Urbanização Tapada do Carapetal em Reguengos de Monsaraz.
Um dos aspectos interessantes na Arte Pública é a sua inter-acção com a comunidade e a forma como esta se apropria dela. Desta vez, o Jardim de Infância da cidade utilizou-o para albergar um presépio. Magnífico, a obra está viva!